DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
Governo do Estado
previous arrow
next arrow

Conexão via satélite: internet banda larga chega à Escola do Furo do Nazário, em Barcarena

As antenas que captam o sinal de internet via satélite são adquiridas a baixo custo e conseguem atender áreas mais isoladas, como é o caso das comunidades ribeirinhas.

A Escola Municipal do Furo do Nazário, em Barcarena, celebrou a inauguração oficial da internet banda larga (por meio de uma conexão via satélite) no primeiro dia de aula do ano letivo de 2024, na última quinta-feira, 15 de fevereiro. A cerimônia contou com a presença da secretária municipal de educação, Ivana Ramos, e de parceiros envolvidos no projeto.

As antenas que captam o sinal de internet via satélite são adquiridas a baixo custo e conseguem atender áreas mais isoladas, como é o caso das comunidades ribeirinhas. Ivana Ramos destacou que a Escola do Furo do Nazário é a primeira a receber esse recurso e servirá como modelo para outras unidades escolares do município. 

“Isso é muito bom para os alunos e  professores, sem sombra de dúvida nenhuma. Pesquisar e ter acesso à internet de qualidade é possibilitar, ter acesso a informações no mundo como um todo. Mas aí é preciso que a gente se responsabilize e entenda que a internet é um campo que pode ser usado para o bem e para o mal e, no nosso caso, sem sombra de dúvida nenhuma, é para o bem, porque é acesso à educação”, destacou a secretária Ivana.

A chegada da internet banda larga na escola do Nazário foi possível graças à parceria do projeto Amazon Hacker, ligado ao Cesupa, instituição de ensino superior que fica em Belém. Os alunos do centro universitário pesquisaram a área e escolheram a escola como ponto para a instalação da internet. A colaboração do projeto envolveu a participação da comunidade e da Idopter Labs, uma empresa de consultoria e desenvolvimento de software.

COMEMORAÇÃO – A escola municipal do Furo do Nazário, na Ilha das Onças, se alegrou com a chegada da internet banda larga na unidade de ensino. A escola se preparou para esse momento. Decorou os murais e as salas de aula. Os professores estavam motivados para a retomada dos trabalhos. A unidade tem cerca de 400 alunos matriculados em dois turnos. Os parceiros do projeto da internet na escola conheceram o espaço e ficaram admirados.

O professor Marcos Paulo Alves de Souza, coordenador do projeto Amazon Hacker, disse que o Cesupa está disposto a colaborar ainda mais e informou que tem ações de educação digital para oferecer aos alunos do Furo do Nazário. O diretor do Museu Paraense Emílio Goeldi, Nilson Gabas, acompanhou a visita à escola e disse que também pode estabelecer parcerias com a Semed para implementar ações educativas na escola do Nazário.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nos envie uma mensagem

Governo do Estado
DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
previous arrow
next arrow