Hydro
DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
previous arrow
next arrow

Governo do Pará e New Fortress Energy inauguram o primeiro terminal de GNL da Região Norte do Brasil

A inauguração do terminal representa um marco histórico na transição energética do Estado e da Amazônia, introduzindo o Gás Natural como nova fonte de energia.

Em um evento histórico para a transição e a segurança energética do Norte do Brasil, o Governo do Pará e a New Fortress Energy (NFE) realizaram a inauguração do primeiro Terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) do Pará e da região norte do país, em Barcarena, nesta quarta-feira, 28 de fevereiro. A celebração ocorreu a bordo de uma balsa com vista para a Unidade Flutuante de Armazenamento e Regaseificação de Gás Natural (FRSU), Energos Celsius, em Vila do Conde. 

Com um investimento total de aproximadamente R$ 280 milhões, o terminal de abastecimento de GNL é capaz de regaseificar 15 milhões de m³/dia. A infraestrutura inclui um terminal em terra e uma Unidade Flutuante de Armazenamento e Regaseificação (FSRU), Energos Celsius, um navio cisterna que armazenará o gás natural liquefeito e o converterá para sua forma gasosa, pronto para distribuição.

Wes Edens, Diretor Executivo da New Fortress Energy, enfatizou a importância do momento, destacando o compromisso da empresa com a descarbonização.

“Esse é um momento muito importante para nossa Companhia e para o Brasil. A descarbonização é uma coisa muito se fala globalmente e o que nós estamos presenciando aqui nos últimos dias é o início de uma descarbonização massiva. Para a NFE é só o começo de um programa de investimentos de bilhões de dólares que nós planejamos fazer aqui. É um programa que não vai envolver apenas usinas termelétricas ou a Alunorte, mas também todo o sistema de transporte e outras possibilidades de descarbonizar”, disse.

A inauguração do terminal representa um marco histórico na transição energética do Estado e da região Norte, introduzindo o Gás Natural como nova fonte de energia. “Um momento histórico em que o estado do Pará diversifica a sua matriz energética e passa a incrementar a oferta de gás para a indústria, em um primeiro momento, mas logo em seguida também dando oportunidade para a implementação de gás veicular, um combustível que é limpo e ao mesmo tempo mais barato para o consumo”, afirmou o governador Helder Barbalho.

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, ressaltou o pioneirismo do Brasil em projetos de descarbonização, destacando a localização estratégica do terminal de Barcarena, na Foz do Rio Amazonas.

 “Este terminal de GNL está estrategicamente localizado na verdadeira foz do Rio Amazonas. Aqui, hoje, demonstramos a nossa responsabilidade ambiental, descarbonizando e substituindo o óleo pesado e o carvão. Agora, temos uma importante fonte de abastecimento de gás natural nesta região, operada de maneira ambientalmente adequada. É mais um passo para a descarbonização da nossa Amazônia”, destacou.

Além do terminal de GNL, a New Fortress Energy está avançando com o projeto da Termelétrica (UTE) Novo Tempo em Barcarena, que atraiu mais de R$ 1 bilhão em investimentos e gerou mais de 8 mil empregos diretos e indiretos. Prevista para iniciar operações em julho de 2025, a usina substituirá usinas a diesel, reduzindo em 30% as emissões de CO2 na atmosfera e contribuindo para o fortalecimento do Sistema Interligado Nacional (SIN).

A Companhia de Gás do Pará será responsável pela distribuição e movimentação de gás natural, inicialmente para clientes do segmento industrial e termelétrico. Esta nova matriz energética promete tornar o Distrito Industrial de Barcarena mais atrativo para novos empreendimentos. “Esse novo empreendimento que se inicia em Barcarena transforma totalmente a visão de negócios para o município. Entendo que a nossa indústria será fortalecida com essa nova possibilidade energética” disse o prefeito Renato Ogawa.

Estiveram presentes no evento de inauguração o governador do Pará, Helder Barbalho, o fundador e Diretor Executivo da New Fortress Energy, Wes Edens, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, o prefeito de Barcarena, Renato Ogawa, a vice-prefeita, Cristina Vilaça, o Vice-presidente executivo de Bauxita & Alumina da Hydro, John Thuestad, o presidente do Sistema FIEPA, Alex Carvalho, o presidente da CDP, Jardel Rodrigues, o diretor-superintendente do Sebrae no Pará, Rubens Magno, o presidente da AMPORT, Flávio Acatauassú; deputados estaduais, vereadores e secretários municipais, entre outras autoridades. Veículos de comunicação e profissionais de imprensa de Barcarena, do Pará e de todo o Brasil cobriram o evento histórico.

Hydro

Compartilhe:

Sicredi
Hydro
New Fortress
Governo do Estado 2
ASF
Dm Benefícios
Governo do Estado 3
Búfalo Brasil
DM Benefícios
Murucupi
previous arrow
next arrow

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nos envie uma mensagem