DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
previous arrow
next arrow

Barcarena 80 anos: da emancipação ao crescimento econômico no Pará

Série do Portal Barcarena mergulha nas raízes do processo de emancipação e marcos significativos que moldaram a história do município.

No próximo dia 30 de dezembro, o município de Barcarena celebrará um marco significativo em sua história: 80 anos de emancipação. Ao longo das últimas oito décadas, a cidade testemunhou grandes transformações e se consolidou como uma potência econômica no estado do Pará. Com uma população de aproximadamente 130 mil habitantes, Barcarena se tornou a nona maior cidade do estado, alcançando também o 5º maior Produto Interno Bruto (PIB) do Pará.

Em 2023, o município deu um passo adiante ao ser integrado à Região Metropolitana de Belém, fortalecendo seus laços e participação no cenário regional. No entanto, a história rica de Barcarena remonta a tempos anteriores à sua emancipação em 1943.

Os primeiros habitantes do território foram os índios Aruans, cuja presença remonta ao período colonial, quando foram catequizados pelos padres jesuítas. Em 1758, o povoado foi elevado à categoria de freguesia, sob a invocação de São Francisco Xavier de Barcarena. Durante os primeiros trinta anos do século XX, a história de Barcarena esteve diretamente ligada aos eventos político-administrativos e territoriais da capital paraense.

A desvinculação de Belém ocorreu por meio do Decreto – Lei 4.505, datado de 30 de dezembro de 1943, com recomendação que viesse a vigorar a partir de 1º de janeiro de 1944. Naquele momento, o surgimento de Barcarena como município estava alinhado com um contexto nacional de redefinição territorial e controle administrativo, promovidos pela gestão de Getúlio Vargas e o governo de Magalhães Barata.

Barcarena é conhecida por suas belezas naturais e se destaca na economia paraense devido à sua localização estratégica. Situado em um corredor logístico importante para o transporte marítimo internacional, a região do Distrito Industrial de Vila do Conde atrai investimentos tanto públicos quanto privados desde a década de 1980. Nesse contexto, destacam-se as indústrias da Norsk Hydro, que opera no município a maior refinaria de alumina do mundo fora da China, a Alunorte, e a Albras, principal produtora de alumínio primário do Brasil.

A maior planta de beneficiamento de caulim do mundo também opera em Barcarena. O empreendimento da mineradora Imerys possui duas minas e um porto privado na cidade, de onde o minério é enviado para diversos mercados internacionais, como papel, tintas e cerâmica. Além disso, o setor de fertilizantes também vem ganhando destaque em Barcarena, com a instalação de seis grandes empreendimentos nos últimos 10 anos.

Compartilhe:

Governo do Estado 1
Governo do Estado 3
Governo do Estado 2
DM Benefícios
New Fortress
ASF
Búfalo Brasil
Dm Benefícios
Murucupi
previous arrow
next arrow

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nos envie uma mensagem