DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
previous arrow
next arrow

População tem uma semana para tomar vacina contra a gripe em Barcarena

Foto: Pedro Guerreiro/Ag. Pará
Aproximadamente 25 mil doses já foram aplicadas no município; encerramento da campanha de vacinação contra a influenza está marcado para o dia 29 de fevereiro.

Com o encerramento da campanha de vacinação contra a influenza marcado para o dia 29 de fevereiro, a população barcarenense tem uma semana para tomar a vacina contra a gripe. A campanha começou no dia 13 de novembro de 2023, em toda a região norte do Brasil, com o objetivo de proteger a população antes do período chuvoso, propício para o aumento dos casos de gripe. Em Barcarena, a meta estabelecida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusb) está próxima de ser alcançada, com aproximadamente 71,3% da meta já atingida, segundo Brenda Pires, Coordenadora do Setor de Imunização da Semusb.

“Precisamos alcançar nossa meta de 35 mil doses para os grupos prioritários até o dia 29 de fevereiro. Até o momento, já aplicamos 24.949 doses. Estamos intensificando a campanha nesta reta final para atender a toda a população a partir dos 6 meses de idade”, informou Pires.

Como parte das estratégias de vacinação, além das unidades básicas de saúde, postos extras foram montados aos sábados em Barcarena Sede (Complexo Comercial) e Vila dos Cabanos (Supermercado Líder) até o final da campanha. Além disso, durante o Carnaval, a vacinação também foi disponibilizada na porta das três unidades de urgência do município.

O Estado do Pará não atingiu a meta estabelecida, vacinando apenas 23% do total de 2,7 milhões de pessoas dos grupos prioritários, o que representa um total de 869.816 vacinados até o momento. A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) alerta que a partir de 1º de março, não haverá mais doses disponíveis para imunização.

A vacina oferecida pelo SUS, produzida pelo Instituto Butantan, protege contra três vírus respiratórios: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. Além de reduzir o adoecimento e complicações decorrentes desses vírus, a vacina também protege contra a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e complicações de doenças pré-existentes que podem levar à morte.

A vacinação é uma ação que envolve as três esferas gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS), contando com recursos da União, Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde. A integração da vigilância epidemiológica e a atenção primária à saúde em todas as esferas de governo são fundamentais para o sucesso da campanha.

A mensagem final da coordenadora Brenda Pires para aqueles que ainda não se vacinaram é clara: “Procure nossas unidades que estão abastecidas e ainda nos sábados de fevereiro, procure nossos postos extras”

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nos envie uma mensagem

DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
previous arrow
next arrow