DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
Governo do Estado
previous arrow
next arrow

Prefeitura de Barcarena emite nota de esclarecimento após denúncia de falta de médicos na UPA da Vila dos Cabanos

Em um vídeo publicado nas redes sociais, uma mulher denunciou a ausência de médicos para atender os pacientes; a prefeitura nega.

Um vídeo repercutiu nas redes sociais após uma mulher relatar a ausência de médicos para atender os pacientes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila dos Cabanos, em Barcarena. As imagens, registradas no dia 19, mostram pessoas aguardando atendimento enquanto a mulher desabafa sobre a demora no cuidado médico, especialmente para sua filha.

No vídeo, a mulher conta que sua filha estava esperando por horas para ser atendida na UPA. As cenas geraram repercussão e a prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Saúde – Semusb, emitiu uma nota de esclarecimento sobre a situação.

Segundo a nota oficial, a mãe e sua filha deram entrada na UPA 24h da Vila dos Cabanos por volta das 22h06 do dia 19. A jovem apresentava sintomas como tontura, náuseas e dor de cabeça, tendo sido classificada com a pulseira verde, o que indica um atendimento em até 2 horas.

A nota destaca que a paciente recebeu atenção médica e de enfermagem às 23h42, dentro do prazo estabelecido pelo protocolo. Após ser medicada e permanecer em observação por mais 3 horas, foi liberada.

Ainda de acordo com a prefeitura, no momento do vídeo não havia superlotação na UPA, que contava com três médicos disponíveis, sendo dois atendendo pacientes e um na sala vermelha, além de uma equipe completa de enfermeiros e técnicos em enfermagem, seguindo o protocolo diário da unidade.

“A prefeitura de Barcarena, por meio da Secretaria Municipal de Saúde – Semusb, informa que a mãe e sua filha de 21 anos deram entrada na UPA 24h da Vila dos Cabanos, em Barcarena, na terça-feira, 19, às 22h06. A jovem apresentava quadro de tontura, náuseas, dor de cabeça e, após avaliação recebeu a pulseira da cor verde, classificação de risco em que o paciente pode ser atendido em até 2 horas, ou seja, até 00h06.

Às 23h42 a paciente já havia recebido atenção médica e de enfermagem, tempo absolutamente normal de acordo com o protocolo. Foi medicada, ficou em observação por mais 3 horas e depois foi liberada.

No momento do vídeo divulgado, não havia superlotação nem qualquer outra anormalidade no atendimento, a Unidade contava com três médicos, à disposição 24h, sendo dois médicos no atendimento dos pacientes, e um médico na sala vermelha, bem como equipe completa de enfermeiros e técnicos em enfermagem. Esse é o protocolo diário da unidade.

A prefeitura de Barcarena, por meio da Assessoria de Comunicação, se coloca à inteira disposição da sociedade para a eventual necessidade de maiores informações”.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nos envie uma mensagem

Governo do Estado
DM Benefícios
Slide
Slide
Slide
Slide
Murucupi
previous arrow
next arrow